Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Fox-Time

If only...we understood Love...

Fox-Time

If only...we understood Love...

Sabor de Beijo

24.06.20

6ad519e2f9df1f695c34da3a9a843c79.jpg

O dia tinha sido animado com umas boas gargalhadas à mistura.
Contudo, o vazio permanecia,
uma sombra que persistia sobretudo na noite,
fiel presença de um alguém ausente.

Sentou-se com as pernas cruzadas,
enquanto bebericava um bebida refrescante.
Àquela hora encontrava-se na varanda, sozinha como gostava.

Olhando a negra e sarapintada imensidão,
permitiu o voo dos sonhos e deixou-se levar nas suas asas,
sonhos nascidos no desencanto de madrugadas adormecidas em angústia.

Imaginou-o...

Imaginou-o sentado ao seu teclado de letras,
tocando para ela uma sonata mágica que ecoava,
abrindo brechas na solidão do silêncio,
enquanto o olhar dela se prendia na luminosidade que dele emanava,
ofuscando as luzes da vila que o emolduravam,
como se fossem uma fiada de pequenos diamantes.

Sentia-se acariciada na alma,
enquanto as mãos dele deslizavam com ardência pelo imaginário teclado,
de onde saiam notas quentes e sons ternurentos.

Ondas de sentires rebentavam-lhe no peito!
O coração dela nunca fora um mar sem ondas...e ele sabia-o!

Percebeu que o coração sempre se deixou levar até ele,
sempre,
apesar das ausências e do tamanho da distancia.

Percebeu naquele olhar de espuma,
que ela era as ondas no mar dele.


Fechou os olhos.

Era tão fácil recordar,
obter um bocado,
um momento que fora partilhado.

Engraçado, pensou, as coisas que uma pessoa se lembra,
mesmo quando não quer, quando tudo faz para esquecer.

Levantou-se.

Sentiu um arrepio na pele e na boca aquele sabor...
Dirigiu-se para a porta.
Era tarde.
Era noite.

Fez deslizar a porta.
Olhou em volta.

O cheiro do mar trazido pela serra...
A saudade...

De repente tudo aquilo lhe parece frio e anestesiante.
Não era ali que queria estar...

Queria tanto saborear aquele beijo...outra vez !